Back to All Events

CNV NaSala - Encontro Aberto: Escuta e Empatia

  • Na Sala Av. Queiroz Filho, 1560 – Torre Rouxinol, sala 116 Ed. Vista Verde Offices São Paulo, SP, 05317000 (map)
2.jpg

CNV NaSala - Encontro Aberto

Tema: Escuta e empatia: para onde foi a conexão humana?

Um workshop aberto para aprender e praticar a escuta empática e apresentar a jornada de aprofundamento em CNV oferecida pela Konekti, ministrado por Luciene Moreira e Thayna Meirelles.

༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶

<<COMO NOS COMUNICAMOS NAS NOSSAS RELAÇÕES? >>

Escutar o outro é o primeiro passo para estabelecer conexão, criar, fortalecer ou restaurar pontes em um relacionamento.

Quando alguém nos conta algo importante, seja um desabafo sobre uma situação complicada ou conflito, seja um acontecimento bom, que traz realização para o outro, como reagimos a esta fala? Escutamos? Ou será que apenas falamos, sem escutar verdadeiramente o que o outro compartilha conosco?

Embora sem nos dar conta, na maioria das vezes, nossas reações à fala do outro não são de escuta, mas sim de tentativas de resolução, comparação ou justificativa e análise do que o outro está vivendo. O que isto quer dizer?

Lembre-se de alguma situação na qual você contou a alguém sobre um problema que estava enfrentando no trabalho, com seu chefe (ou imagine uma situação semelhante). O que a pessoa te disse durante a conversa?

“Acho que você deveria procurar outro emprego. Você sempre se queixa deste chefe, ele não vai mudar” (Aconselhamento)

“Ah, chefe é tudo igual mesmo, não vale a pena o desgaste” (Negação/Justificativa)

“Você precisava ver o que a minha chefe me disse na semana passada! Ela não consegue reconhecer o mérito de nenhum dos funcionários” (Roubo de protagonismo)

Provavelmente, ela deve ter utilizado alguma das frases acima ou algo similar. Esta é fundamentalmente a matéria-prima da Comunicação Não-Violenta. A maneira que nos comunicamos, e muitas vezes, a única que sabemos utilizar, é violenta com o outro, ainda que não seja nossa intenção.

Não aprendemos a escutar verdadeiramente, com presença, atenção e empatia. Ao contrário, fomos educados a resolver situações e não a ficar muito tempo pensando ou refletindo sobre o que nós ou o outro estamos vivenciando e sentindo.

A PROPOSTA É EXPERIMENTAR E PRATICAR UMA ESCUTA DIFERENTE, EMPÁTICA E CUIDADOSA.

༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶

<< PARA QUEM>>

Este encontro é para você (profissional, pai, mãe, líder, etc) que busca mais conexão e uma comunicação mais autêntica nas suas relações ou para aplicar a CNV em sua área de atuação profissional (mediadores, advogados, psicólogos, coaches, terapeutas, educadores, etc)!

༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶ ༶

<< QUAL O INVESTIMENTO/CONTRIBUIÇÃO?>>

Contribuição consciente e corresponsável no dia do evento. Neste modelo, você contribui com a quantia que acreditar ideal, que remunere o trabalho e dedicação das facilitadoras, cubra os custos de realização do evento e aluguel do espaço, e ao mesmo tempo que seja coerente com a sua situação financeira atual. 

Tenha consciência e responsabilidade ao realizar sua inscrição pois as vagas são limitadas. Assim, ao se inscrever tenha certeza de que poderá comparecer ao encontro. Quando você se inscreve e não comparece, você retira a vaga de outra pessoa que está interessada e prejudica o nosso trabalho.